quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 43 Tontoly e Frederico Melo


Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 9 Júlio César


Judo Grand Prix Baku 2012 -73kg REKHVIASHVILI (GEO)-DADASHZADE (AZE)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 6


Judo Grand Prix Baku 2012 -52kg TANIMOTO Nodoka (JPN)-ARCA Ayse (TUR)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 3


Judo Grand Prix Baku 2012 -73kg TYSHCHENKO (UKR)-REKHVIASHVILI (GEO)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 5 Enzo Cazetto


Judo Grand Prix Baku 2012 -60kg MESABLISHVILI (GEO)-ELKAWISAH (LBA)

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 42 Douglas e Tontoly


Judo Grand Prix Baku 2012 -66kg KARIMOV Tarlan (AZE)-KODERA Masashi (JPN)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 18 Andrei


Judo Grand Prix Baku 2012 -73kg ORUJOV Rustam (AZE)-YILMAZ Hasan (TUR)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 4 Júlio César


Judo Grand Prix Baku 2012 -66kg PULYAEV (RUS)-SHIKHALIZADA (AZE)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 2 Enzo Cazetto


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -81kg ZURABIANI (GEO)-POPOVYCH (UKR)

Copa Country de judô Valinhos 2012 luta 1


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -81kg MEHDIYEV (AZE)-SAFGULIYEV (AZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 39


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -70kg MATNIYAZOVA (UZB)-MARIJANOVIC (CRO)

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 38 Júlio César


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 37


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 36


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 35


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 34 Júlio César


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 33 Guilherme Lollo e Robson


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 32 Guilherme Lollo


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 31 William Moura


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Formulários F.P.J 2013



Regulamentos Campeonatos 2013 F.P.J.

Tabela de custas F.P.J 2013


Clic aqui para visualizar ou imprimir a Tabela de Custas FPJ CBJ 2013



Calendário 2013 do judô FPJ e 15ª delegacia

http://www.fpj.com.br/calendario-2013/

JANEIRO
19 REUNIÃO DE DELEGADOS
26/27 Padronização de Qualificação para Palestrantes darem curso nas Delegacias
FEVEREIRO
23 Credenciamento Técnico Professores Interior
24 Credenciamento Técnico Professores Capital
MARÇO
02 SEMINARIO DE ARBITRAGEM
03 TROFÉU YOKICHI KIMURA MOGI DAS CRUZES
09 Credenciamento Técnico INTERIOR
09 CURSO DE OFICIAIS DE MESA – AMPARO E CAMPINAS
10 CURSO DE ARBITRAGEM – CAMPINAS SP
16/17 XX TORNEIO ESTIMULO DA BOSCH
22/23/24 COPA SÃO PAULO
29 SEMANA SANTA
ABRIL
06 Campeonato Regional – SUB 18 e Sub21 VINHEDO
07 TORNEIO DE VINHEDO – ASSOC. JUDO TRAJANO VINHEDO
14 I TORNEIO AMIGOS DO JUDO DE ITAPIRA ITAPIRA
20/21 Estaduais do Interior – Copa Cidade SP –Sub18 e Sub21
20 e 21 Campeonato Brasileiro Região V PORTO ALEGRE
27 Campeonato Paulista Sub 18 e Sub 21
MAIO
05 TORNEIO DA ASSOCIAÇÃO ALIANÇA DE JUDO VINHEDO
03 a 05 Troféu Brasil e Qualifying 2013 Belo Horizonte MG
12 Dia das Mães
18/19 Campeonato Brasileiro Sub18 Salvador
25/26 Campeonato Brasileiro Sub21 Fortaleza
18 Campeonatos Regionais Sub11 – Sub 13 – e Sub15 VALINHOS
19 COPA COUNTRY DE JUDO VALINHOS
31 DIA DO JUDO ( AURÉLIO)
JUNHO
01 Campeonatos Estaduais do Interior – Copa Cidade SP Sub11-Sub13 Sub15
08 Campeonatos Estaduais do Interior – Copa Cidade SP Sub11-Sub13 Sub15
15 Campeonato Paulista Master e de KATA
16 XVII TORNEIO FLORESTA A C AMPARO
22 Campeonato Paulista Sub15 e Sub 23
29 Campeonato Paulista Sub11 e Sub13
30 XXVII TORNEIO SÃO JOÃO TENIS CLUBE ATIBAIA
JULHO
03 a 14 Jogos Regionais Itatiba – Birigui – Votorantim
17 a 28 Jogos Regionais –Barueri -Bauru -Araraquara - Garça
AGOSTO
03/04 Campeonato Brasileiro Sub13 João Pessoa
10/11 Campeonato Brasileiro Sub15 Porto Velho RO
03 Campeonatos Regionais Aspirante e Senior ITAPIRA
04 XVII TORNEIO DE ITAPIRA ITAPIRA
10/11 Torneio da Budokan
11 DIA DOS PAIS
17 Campeonato Paulista Estudantil

18 de agosto o Torneio do Serra Negra E.c. em Serra Negra
24 Campeonato Estaduais e Copa Cidade SP Aspirante e Senior
31 Campeonato Estaduais e Copa Cidade SP Aspirante e Senior
SETEMBRO
01 TORNEIO ASSOCIAÇÃO MAKOTO JARINU
07 Campeonato Paulista Senior
10 Início das Incrições – Exame de Graduação 

14 Torneio Beneméritos do Judo no Brasil
15 ou 29 VI TORNEIO DA SMEL AMPARO
21 Campeonato Paulista Aspirante –Mi –PJ (sugestão dividir em dois dias) porém se tiver ginásio grande fazer num dia só.
21/22 Campeonato Brasileiro Sub-23 Campo Grande MS
28 Campeonato Paulista Aspirante –JU –AD (sugestão dividir em dois dias)
OUTUBRO
05 Campeonato Brasileiro Senior Manaus- AM
06 Festival Kanayama de Judo
06 TORNEIO TAKAYAMA DE JUDO JUNDIAI
10 Encerramento das Inscrições – Exame de Graduação
13 TORNEIO ASSOC. PEDREIRENSE DE JUDO PEDREIRA
14 A 26 Jogos Abertos do Interior Mogi das Cruzes
19 Campeonato Paulista por Faixas
27 VI TORNEIO A.A.P.P
NOVEMBRO
09 Exame de Graduação – 2º. Semestre
10 TORNEIO ASSOC. MAKOTO JOANÓPOLIS
16 e 17 Grand Prix Nacional Interclubes Masculino São Paulo SP
23 a 24 Grand Prix Nacional Interclubes Feminino Porto Alegre
24 TORNEIO C.A.LINDOYA BIOLEVE LINDOIA
DEZEMBRO
21 BONENKAI

KEM u18 Turnier u9 u12 u15

JudoClub Wermelskirchen

Open Luxemburg U17 und U20 - 2013

JudoClub Wermelskirchen

Troffee van de Donderslag

JudoClub Wermelskirchen



Christkindtraining

JudoClub Wermelskirchen

Nikolaus Cup Dezember 2012

JudoClub Wermelskirchen


Championship of Moscow 2013 in judo till 18 years

FOTO: BORIS BUHTIYAROV WWW.PLANETJUDO.RU
www.JudoClub.ru

Tournament on judo of memory of A.S. Nikitin

FOTO: BORIS BUHTIYAROV WWW.PLANETJUDO.RU
www.JudoClub.ru 

Educational and training judo seminar under the leadership of Milan Vuychich (Serbia).

FOTO: BORIS BUHTIYAROV WWW.PLANETJUDO.RU
www.JudoClub.ru

domingo, 27 de janeiro de 2013

Fotos Reunião 15ª Delegacia Regional de judô 27.01.2013

Fotos abaixo por Boletim Osotogari

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 30 Jair e Danilo


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 29


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 28 Guilherme Lollo


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -90kg PANASENKOV (RUS)-JURAEV (UZB)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 27 Peterson


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -90kg GOGOTCHURI (GEO)-GURBANOV (AZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 25 Calado


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -100kg MSKHALADZE (GEO)-MAMMADOV (AZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 23 Fátima e Nathalia Mercadante


Judo Grand Prix Baku 2012 -57kg MELANCON (CAN)-EGILMEZ (TUR)

sábado, 26 de janeiro de 2013

Calendário judô F.P.J. 2013

Sujeito a alterações, faltando o complemento da 15ª delegacia regional de judô
clic aqui e veja o calendário já incluso as competições da 15ª delegacia
JANEIRO 
19  REUNIÃO DE DELEGADOS  
26/27  Padronização de Qualificação  para Palestrantes darem curso nas Delegacias   
FEVEREIRO 

23  Credenciamento Técnico Professores Interior  
24  Credenciamento Técnico Professores Capital  
MARÇO 

02  SEMINARIO DE ARBITRAGEM  
03  TROFÉU YOKICHI KIMURA  MOGI DAS CRUZES
09  Credenciamento Técnico  INTERIOR

16 e 17 XX Torneio Estímulo da AFRBosch
22/23/24  COPA SÃO PAULO  
29  SEMANA SANTA  
ABRIL 

06/07  Campeonato Regional – Paulistano Sub 18 e Sub21   
13/14  Campeonato Regional – Paulistano Sub 18 e Sub21  
20/21  Estaduais do Interior – Copa Cidade SP –Sub18 e Sub21  
20 e 21  Campeonato Brasileiro Região V  PORTO ALEGRE
27  Campeonato Paulista Sub 18 e Sub 21  
MAIO 

03 a 05  Troféu Brasil e Qualifying 2013  Belo Horizonte MG
12  Dia das Mães  
18/19  Campeonato Brasileiro Sub18  Salvador
25/26  Campeonato Brasileiro Sub21  Fortaleza 
18  Campeonatos Regionais Sub11 – Sub 13 – e Sub15  
25  Campeonatos Regionais Sub11 – Sub 13 – e Sub15

31  DIA DO JUDO ( AURÉLIO)    
JUNHO 

01 Campeonatos Estaduais do Interior – Copa Cidade SP Sub11-Sub13 Sub15  
08 Campeonatos Estaduais do Interior – Copa Cidade SP Sub11-Sub13 Sub15  
15 Campeonato Paulista Master e de KATA  
22  Campeonato Paulista Sub15 e Sub 23  
29  Campeonato Paulista Sub11 e Sub13

JULHO
03 a 14  Jogos Regionais  Itatiba – Birigui – Votorantim  
17 a 28  Jogos Regionais –Barueri -Bauru -Araraquara - Garça  
AGOSTO 

03/04  Campeonato Brasileiro Sub13   João Pessoa
10/11  Campeonato Brasileiro Sub15   Porto Velho RO
03  Campeonatos Regionais Aspirante e Senior  
10  Campeonatos Regionais Aspirante e Senior  
10/11  Torneio da Budokan  
17  Campeonato Paulista Estudantil  
24 Campeonato Estaduais e Copa Cidade SP Aspirante e Senior 
31  Campeonato Estaduais e Copa Cidade SP Aspirante e Senior  
SETEMBRO 

07  Campeonato Paulista Senior  
10  Início das Incrições – Exame de Graduação – 2º. Turno  
14  Torneio Beneméritos do Judo no Brasil  
21  Campeonato Paulista Aspirante –Mi –PJ (sugestão dividir em 2 dias porém se tiver ginásio grande fazer num dia só)
21/22  Campeonato Brasileiro Sub-23  Campo Grande MS
28  Campeonato Paulista Aspirante –JU –AD   (sugestão dividir em dois dias)  

OUTUBRO 
05  Campeonato Brasileiro Senior Manaus- AM
06  Festival Kanayama de Judo      A definir
10  Encerramento das Inscrições – Exame de Graduação 2º. Turno  
14 A 26  Jogos Abertos do Interior  Mogi das Cruzes
19  Campeonato Paulista por Faixas 

NOVEMBRO 
09 Exame de Graduação – 2º. Semestre  
16 e 17 Grand Prix Nacional Interclubes Masculino São Paulo SP
23 a 24 Grand Prix Nacional Interclubes Feminino Porto Alegre
DEZEMBRO

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 22 Calado


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 21 Frederico Melo e Thiago Oliveira


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 20 Peterson


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -70kg SRAKA (SLO)-ALMAMMADLI (AZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 19 Tamara e Geisy Magri


Judo Grand Prix Baku 2012 Semifinal -100kg BERDZENISHVILI (GEO)-LUCHYN (UKR)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 18 Renan Leite


World Judo Masters Almaty 2012 -73kg WANG Ki-Chun (KOR)-SAINJARGAL (MGL)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 17 Carlos Eduardo


Judo Grand Prix Baku 2012 Bronze +100kg FATIYEV (AZE)-SHAHVERDIYEV (AZE)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 24 Victor e Frederico Melo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -60kg MUSHKIYEV (AZE)-DAVAADORJ (MGL)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 16


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg SAINJARGAL (MGL)-BADRIASHVILI (RUS)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 15 Letícia e Ingrid


Judo Grand Slam Moscow 2012 -57kg STANKEVICH (ARM)-ROGIC (SRB)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 14 Carlos Eduardo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -100kg SAMOILOVICH (RUS)-BATTULGA (MGL)

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 26 Jair


Judo Grand Slam Moscow 2012 -48kg VAN SNICK (BEL)-DUMITRU (ROU)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 13 Karina e Catarine Rimerio


Judo Grand Slam Moscow 2012 -63kg SCHLESINGER (ISR)-DREXLER (AUT)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 12 Lucas


Judo Grand Slam Moscow 2012 -78kg PUREVJARGAL (MGL)-MOSKALYUK (RUS)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 11 Andrei e Bruno Fortunato


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 10 Letícia e Milene Rezende


1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 9 Enzo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg SAINJARGAL (MGL)-NISHIYAMA Yuki (JPN)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 8 Gabriel Uzun e Leonardo Silveira


Judo Grand Slam Moscow 2012 -90kg MESBAH (EGY)-JURECKA (CZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 7 Carlos Eduardo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg SAINJARGAL (MGL)-FARKHIZODA (TJK)

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 6 Andrei


Judo Grand Slam Moscow 2012 -90kg MAGOMEDOV Kamil (RUS)-SEMENOV (RUS)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 5 Hadasha e Letícia Bueno


Judo Grand Slam Moscow 2012 -100kg SAMOILOVICH (RUS)-TOKTOGONOV (KGZ)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 4


Judo Grand Slam Moscow 2012 -100kg SAYIDOV Ramziddin (UZB)-BISULTANOV (RUS)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 3 Gabriel Uzun e Guilherme Nietto


Judo Grand Slam Moscow 2012 -78kg PUREVJARGAL (MGL)-PROKOPENKO (RUS)

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 1 Júlio César


Judo Grand Slam Moscow 2012 -78kg MOSKALYUK (RUS)-EIGLOVA (CZE)

1º Torneio de judô de Indaiatuba 03 06 2012 luta 2


Judo Grand Slam Moscow 2012 -78kg COTTON Amy (CAN)-MESZAROS Anett (HUN)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 52 Robson


Judo Grand Slam Moscow 2012 -78kg MALZAHN (GER)-DMITRIEVA (RUS)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 49 William Moura


Judo Grand Slam Moscow 2012 -63kg SCHLESINGER (ISR)-BERNHOLM (SWE)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 46 Ursula


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 50 Eduardo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -48kg DUMITRU (ROU)-ABDRAKHMANOVA (RUS)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 45


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg TYSHCHENKO (UKR)-KAYTMAZOV (RUS)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 44


Judo Grand Slam Moscow 2012 -63kg DREXLER (AUT)-BEDETI (SLO)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 41


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg JURAKOBILOV (UZB)-GUCHMAZOV (GEO)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 40


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

TABELA de CLASSES e CATEGORIAS de PESOS para o ano 2013

Clic aqui para baixar em PDF

Tabela Divisao Especial 2013

Tabela Divisão Aspirante 2013
 
Divisao Especial 2013
DIVISÃO ESPECIAL – MASCULINO
Classes Pré Juvenil Juvenil Júnior Sênior
Nascidos em 2000/99 1998/97/1996 1995/94/93 1992 e ant.
Idades 13/14 15/16/17 18/19/20 21 e acima

Sub 15 Sub 18 Sub 21 Sênior
S. Ligeiro até 36 até 50 até 55 até 55
Ligeiro + 36 a 40 + 50 a 55 + 55 a 60 + 55 a 60
M. Leve + 40 a 44 + 55 a 60 + 60 a 66 + 60 a 66
Leve +44 a 48 + 60 a 66 + 66 a 73 + 66 a 73
M. Médio + 48 a 53 + 66 a 73 + 73 a 81 + 73 a 81
Médio + 53 a 58 + 73 a 81 + 81 a 90 + 81 a 90
M. Pesado + 58 a 64 + 81 a 90 + 90 a 100 + 90 a 100
Pesado + de 64 + de 90 + de 100 + de 100
DIVISÃO ESPECIAL – FEMININO
Classes Pré Juvenil Juvenil Júnior Sênior
Nascidos em 2000/1999 1998/97/1996 1995/94/93 1992 e ant.
Idades 13/14 15/16/17 18/19/20 21 e acima

Sub 15 Sub 18 Sub 21 Sênior
S. Ligeiro até 36 até 40 até 44 até 44
Ligeiro + 36 a 40 + 40 a 44 + 44 a 48 + 44 a 48
M. Leve + 40 a 44 + 44 a 48 + 48 a 52 + 48 a 52
Leve +44 a 48 + 48 a 52 + 52 a 57 + 52 a 57
M. Médio + 48 a 53 + 52 a 57 + 57 a 63 + 57 a 63
Médio + 53 a 58 + 57 a 63 + 63 a 70 + 63 a 7
M. Pesado + 58 a 64 + 63 a 70 + 70 a 78 + 70 a 78
Pesado + de 64 + de 70 + de 78 + de 78
 Divisão Aspirante 2013
 ASPIRANTE – MASCULINO
Classes Mirim Infantil Infanto Juvenil Pré Juvenil Juvenil Adulto
Nascidos em 2006/2005 2004/2003 2002/2001 2000/1999 1998/97/1996 1995 e ant.
Idades 7/8 9/10 11/12 13/14 15/16/17 18 e acima

Sub 9 Sub 11 Sub 13 Sub 15 Sub 18 ADULTO
S. Ligeiro até 23 até 28 até 28 até 36 até 50 até 55
Ligeiro + 23 a 26 + 28 a 30 + 28 a 31 + 36 a 40 +50 a 55 +55 a 60
M. Leve + 26 a 29 + 30 a 33 + 31 a 34 + 40 a 44 +55 a 60 +60 a 66
Leve +29 a 32 + 33 a 36 + 34 a 38 + 44 a 48 +60 a 66 +66 a 73
M. Médio +32 a 36 + 36 a 40 + 38 a 42 + 48 a 53 +66 a 73 +73 a 81
Médio + 36 a 40 + 40 a 45 + 42 a 47 + 53 a 58 +73 a 81 +81 a 90
M. Pesado + 40 a 45 + 45 a 50 + 47 a 52 + 58 a 64 +81 a 90 +90 a 100
Pesado + 45 a 50 + 50 a 55 + de 52 + de 64 + de 90 + de 100
S. Pesado + de 50 + 55 a 60



E. Pesado
+ de 60



DIVISÃO ASPIRANTE – FEMININO
Classes Mirim Infantil Infanto Juvenil Pré Juvenil Juvenil Adulto
Nascidos em 2006/2005 2004/2003 2002/2001 2000/1999 1998/97/1996 1995 e ant.
Idades 7/8 9/10 11/12 13/14 15/16/17 18 e acima

Sub 9 Sub 11 Sub 13 Sub 15 Sub 18 ADULTO
S. Ligeiro até 23 até 26 até 28 até 36 até 40 até 44
Ligeiro + 23 a 26 + 26 a 28 + 28 a 31 + 36 a 40 + 40 a 44 + 44 a 48
M. Leve + 26 a 29 + 28 a 30 + 31 a 34 + 40 a 44 + 44 a 48 + 48 a52
Leve +29 a 32 + 30 a 33 + 34 a 38 + 44 a 48 + 48 a 52 + 52 a 57
M. Médio +32 a 36 + 33 a 36 + 38 a 42 + 48 a 53 + 52 a 57 + 57 a 63
Médio + 36 a 40 + 36 a 40 + 42 a 47 + 53 a 58 + 57 a 63 + 63 a 70
M. Pesado + 40 a 45 + 40 a 45 + 47 a 52 + 58 a 64 + 63 a 70 + 70 a 78
Pesado + 45 a 50 + 45 a 50 + de 52 + de 64 + de 70 + de 78
S. Pesado + de 50 + de 50




Ato Normativo 001/2013 -Período de Isenção Taxa de Titulo na Transferência

http://www.fpj.com.br/ato-normativo-0012013-periodo-de-isencao-taxa-de-titulo-na-transferencia/

A FPJ está publicando o Ato Normativo 001/2013 da isenção da Taxa de Título na Transferência, sendo o período de isenção de 01 a 28 de fevereiro de 2013.
clique aqui e confira o ato normativo 001/2013

FRANCISCO DE CARVALHO FILHO, Presidente da Federação Paulista de Judô, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, baixa o presente ATO NORMATIVO, para determinar o período de transição de temporada, regulamentando o artigo 11 da Resolução nº001/2004.
1 – O período de transição de temporada será durante o período do dia 01 de fevereiro a 28 de fevereiro de 2013.
2 – Durante esse período de transição de temporada, o atleta que solicitar sua transferência, com todos os documentos exigidos, ficarão isento do pagamento da taxa de transferência referente ao seu título, recolhendo apenas a taxa administrativa de R$ 190,00.
3 – A Federação Paulista de Judô, receberá o processo de transferência somente na secretaria localizada em nossa sede à Rua Airosa Galvão, nº 45, Agua Branca durante o período referido estipulado no no item 1 (um).
4 – A falta de documentos necessários para a transferência, acarretará em seu indeferimento, permitindo completar até o encerramento do período de transição de temporada.
Revogam-se as disposições em contrário.
São Paulo, 20 de janeiro de 2013.
Francisco de Carvalho Filho
Presidente

Alterações Exigências Exame de Graduação FPJ 2013

http://www.fpj.com.br/alteracoes-exigencias-exame-de-graduacao-2013/

Em reunião realizada pela comissão de Graduação da FPJ, foram aprovadas algumas alterações para o exame de graduação de 2013.
Cursos Obrigatórios.
1 – candidatos ao 1º dan - História e Filosofia do Judô e Terminologia, de Oficiais de Mesa e ou Arbitragem, Fundamentos de Técnicas em Geral, Nague no Kata.
2 – candidatos ao 2º dan – Arbitragem, História e Filosofia do Judô e Terminologia, Fundamentos de Técnicas em Geral, Katame no Kata  para masculino e Ju no kata para o  Feminino.
3 – candidatos ao 3º dan - Arbitragem,  História e Filosofia do Judô e Terminologia, Katame no Kata para o Feminino e Ju no Kata para o Masculino,  Fundamentos de Técnicas em Geral.
4- Candidatos ao 4º, Dan – Arbitragem, Kime no Kata, Fundamentos de Técnicas em Geral, História e Filosofia do Judô e Terminologia.
5- Candiatos ao 5º. Dan Arbitragem, Fundamentos de Técnicas em Geral, Kodokan Goshin Jitsu, História e Filosofia do Judô e e Terminologia.
Os resultados obtidos no Campeonato  de Katá serão considerados os mesmos pontos para o Shiai.

XVI Torneio Floresta-Amparo 10-06-2012 luta (42) Caio Paolillo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -48kg VAN SNICK (BEL)-TOVSTETSKAYA (RUS)

XVI Torneio Floresta-Amparo 10-06-2012 luta (39) Caio Paolillo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -66kg SANJAASUREN (MGL)-ZAMBORI (HUN)

XVI Torneio Floresta-Amparo 10-06-2012 luta (37) Caio Paolillo


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg NISHIYAMA Yuki (JPN)-AL QUBAISI (UAE)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 36


Judo Grand Slam Moscow 2012 -66kg TAKAJO Tomofumi (JPN)-KHAN-MAGOMEDOV (RUS)

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 35 Luiz Gustavo Rosa Campos


Judo Grand Slam Moscow 2012 -73kg GANBAATAR (MGL)-KHUDAYESHKA (BLR)

domingo, 20 de janeiro de 2013

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 34 Lucas e Renan Leite


XVI Torneio Floresta-Amparo 10-06-2012 luta (33) Antonio Toassa


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 32


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 30 Luiz Gustavo Rosa Campos


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 29 Lucas


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 28 Enzo


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 27 Andrei


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 26 Pietro


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 25 Yohana


sábado, 19 de janeiro de 2013

JUDO MOTIVATION


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 23 Marina


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 31 Renan Leite


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 22 Letícia


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 21


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 20 Yasmin


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 19 Karina e Yasmin


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 18 Marina


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 13 Hadasha


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 51 Milton Trajano


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 16 Andrei


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 17 Ricardo Naã


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 15 Marina


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 14 Andrei


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 12 Carlos Eduardo


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 24 Hadasha


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 53 Milton Trajano


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 54 Robson e Rafael Facanali


XVI Torneio Floresta-Amparo 10-06-2012 luta (55) Caio Paolillo


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 56 Milton Trajano


XVI Torneio Floresta Amparo 10 06 2012 luta 57 Marcelo


Alterações Regras Arbitragem e Organização do judô 2013 - Explicações

Veja aqui a versão original em inglês

A Federação Internacional de Judô tornou público as alterações ao regulamento de competição, bem como as regras de arbitragem para o próximo período olímpico 2013-2016. 
Todas as propostas, feitas e aprovadas pelo Comitê Executivo da FIJ, com base na opinião de muitos especialistas internacionais, entrará em fase experimental, a partir do Grand slam de Paris de Judô de 2013 (09 de fevereiro e 10 de 2013) até, o Campeonatos Mundial no Rio (incluído - 26 agosto-1 setembro).
 
Por ocasião do recente Grand Slam de Judô, em Tóquio, o presidente da FIJ, Marius Sr. L. Vizer, teve a oportunidade de voltar a explicar o longo processo que levou a estas mudanças: "Desde os Jogos Olímpicos de Londres, foi realizado um brainstorming grande que envolveu mais do que os membros do Comitê Executivo. Primeiro, analisou o impacto das mudanças que foram iniciadas depois de 2007. Analisamos também, com um estado de espírito crítico, os Jogos de Londres. Então, reuniu-se um grupo de especialistas, incluindo árbitros, mas também, e esta foi uma primeira vez, treinadores e ex-campeões reconhecidos. Todas essas personalidades têm trabalhado sob a liderança dos
diretores de esportes  e  de arbitragem da FIJ e devo dizer que o compromisso de todos foi total. "
 
Desde o último verão e do fim dos Jogos de Londres, realizou-se numerosas reuniões para determinar o futuro do judô. Nos últimos anos, o Judô foi mudando profundamente. Um circuito Mundial de Judô foi criado, o Campeonato Mundial é agora um evento anual, a Lista do Ranking Mundial, que determina a qualificação olímpica, foi inventada ...
 
No lado técnico também, várias mudanças foram feitas. Estas mudanças permitiram-nos a propor um judô muito mais dramático e atraente. "Os resultados não nos deve impedir de analisar o que funcionou ou não", disse Vizer, antes de acrescentar: ". Londres foi um verdadeiro sucesso em termos de organização e o judô mostrou toda a sua universalidade, com 137 países participantes Tivemos bonitos e grandes campeões, que são os embaixadores do judô pelo mundo. Também tivemos
grandes convidados , que gostam de nosso esporte e nossa organização. Mas o estresse descomunal da competição tendeu a bloquear o judoca que, para alguns deles, falharam em mostrar-se na melhor luz, enquanto que tivemos sinais muito positivos após os Campeonatos Mundial de Tóquio  e edição de Paris, no ano passado. "
 
O presidente
Vizer também explicou vários pontos importantes que foram recolhidos durante os debates:. "É importante lembrar que todas as decisões foram tomadas por unanimidade dos membros da comissão executiva e que, a partir de agora, todos elas vão ser testadas Assim, se descobrirmos que uma decisão particular não vai na direção certa, vamos rever a nossa posição. não há nada definitivo, como não estamos em um período de qualificação olímpica. É agora ou nunca para fazer as mudanças que consideramos necessárias. Nosso objetivo é preservar o espírito do judô, a neutralidade da arbitragem, a transparência das decisões e de fazer todo o possível para promover o judô bonito e espetacular, onde o ippon torna-se o objetivo final novamente. Judô é, por definição, a forma de adaptação. Poderíamos não fazer nada, mas que não é a nossa filosofia. O Judô deve continuar a se adaptar, mantendo suas raízes e valores vivos. "
 
Em janeiro de 2013, antes da primeira implementação do novo regulamento, a FIJ organizará seminários de arbitragem e coaching, em todos os continentes, a fim de explicar e esclarecer as novas regras.Você vai encontrar abaixo, as mudanças dos regulamentos das competições e das regras de arbitragem. Você também vai encontrar o alimento para o pensamento que inspirou estas mudanças.

As Regras de Competições Explicado
Propostas 2013 - 2016
Pesagem
A pesagem do atleta  será agendada para o dia anterior a competição, às 19:00 h.
A pesagem será executada na manhã da competição, durante o controle do Judogui, antes da primeira luta, a fim de avaliar o impacto desta nova decisão sobre o peso dos atletas durante a competição. Se os dados recolhidos requerem experimentação posterior, então ela irá ser mantida. Um procedimento será implementado quando um lutador tem um peso acima de uma certa
tolerância percentual de peso. Dentro de sua categoria (peso a ser determinado com os médicos do esporte) um exame médico pode ser feito.

Por quê?
Por muitos anos, tem sido um tópico importante relacionado à saúde dos atletas. Como elas estão organizadas hoje, a pesagem força os competidores a se levantar cedo, ou muito cedo, e às vezes a seguir dietas drásticas até o último minuto. A organização da pesagem um dia antes da competição será definida em uma base experimental. Ela vai determinar se é benéfica e se ela ajuda a proteger os atletas de lesões relacionadas à perda de peso demasiada restritiva. O teste será acompanhado de perto pela equipe médica da FIJ. A qualquer momento ela será interrompida se as observações não forem positivas. A partir do início da experiência, "a pesagem teste" será conduzida, durante o controle de judogui, para determinar se o ganho de peso durante a noite é consistente com as categorias de peso. Atletas e treinadores também será convidado para explicar as mudanças que ela traz para a sua preparação para a competição. Este novo procedimento deve ajudar a reduzir o dia de competição para os atletas, treinadores, mas para os organizadores também. Deve também proteger a saúde dos atletas.

Composição das delegações para os Campeonatos Mundiais e Campeonatos Continentais individuais (World Championships and Continental Championships)
9 vagas no total para os homens e 9 vagas para as mulheres.
O máximo de dois atletas por categoria para os homens e o mesmo para as mulheres.
Máximo de homens e mulheres no total de delegação, 18 atletas.
Para cadetes e juniores: mesmo princípio para a composição da delegação

Por quê?
Federações Nacionais têm a oportunidade de inscrever dois atletas por categoria de peso para os Campeonatos Mundiais, bem como para os campeonatos continentais. Este procedimento tem sido positivo, tanto em número de participantes e qualidade de judô. Tem federações capazes, que não podiam registrar atletas em todas as categorias, ainda não envolvendo os seus melhores atletas. A fim de dar a oportunidade a todas as federações nacionais para registrar seus melhores atletas relativamente com justiça nesses grandes eventos, agora será possível registrar um máximo de dois atletas por categoria, mas as delegações não pode exceder um total de nove concorrentes (9 homens / 9 mulheres). Reduzindo ligeiramente o número de participantes, esta medida vai aumentar o nível de Campeonatos Mundiais e Campeonatos Continentais.


Denominação "Copas do Mundo(World Cups)
Nome: "Continental" aberto da "Cidade". Por exemplo:
European Open of Roma, Asian Open Ulaanbaatar ....
 
Por quê?
O circuito Mundial de Judô consiste em Campeonatos Mundiais de Judô, Sêniores individuais, World Masters, Grand Slams, Grand Prix e Copa do Mundo. Todos estes eventos são elegíveis para pontos para o ranking mundial e para as qualificações olímpicas. As Copas do Mundo são eventos organizados pelas Confederações continentais. Assim, a fim de tornar o sistema coerente e compreensível e de destacar o trabalho das Confederações Continentais, os nomes das Copas do Mundo (passaram a chamar Aberto Continental
- Continental Open) em 2013.
 
Cadetes - U 18
3 anos para cadetes (esta proposta pode ser revista).
Kansetsu-Waza autorizado para cadetes.
 
Por quê?
Para harmonizar as classes de idade, com, entre outros eventos, os Jogos Olímpicos da Juventude, três anos foram planejadas para os cadetes. Com base nas análises que serão feitas (especialmente sobre o impacto médico), a proposta pode ser modificada.
A classe Cadetes são, para muitos deles, a véspera de uma carreira internacional. Portanto, parece óbvio que eles possam praticar o Kansetsu-waza, a fim de se preparar para os juniores. Na verdade, assim que entrar nos juniores, os atletas podem participar em competições seniores. Eles precisam estar prontos.
 

Tatami
- 10x10 m e 4 metros para a área mínima de segurança para os Jogos Olímpicos, Mundias e Master.(lembrando que quando eles falam Master querem dizer mestres ou seja é um campeonato com os atletas seniores melhores rankeados e não veteranos-observação do tradutor)  

Recomendado para campeonatos continentais.
 
Por quê?
Para garantir o máximo de desempenho e segurança para as competições mundiais que são organizados em locais que permitem isto. Para todas as outras competições, uma área de combate de 8x8m irá tanto assegurar o desempenho bem como a segurança, permitindo que os organizadores  sediem grandes competições internacionais do circuito mundial.
4 metros de área de segurança é necessário no que diz respeito à regra de que uma ação iniciada dentro da área de luta pode ser concluída fora.


Juniores - U 21
3 anos para juniores (aumentar 1 ano)

Por quê?
Para harmonizar as classes de idade.

 

Lista de eventos do ranking
Apenas um evento anual pode ser organizado no mesmo país com pontos para o ranking da FIJ, exceto Campeonatos Mundiais, Master ou Campeonatos Continentais.(
World Championships, Masters or Continental Championships). A Lista do Ranking Mundial foi modificado, ver anexo.

Por quê?

Por exemplo, se você está organizando um Grand Prix, você não pode ter um Grand Slam, no mesmo país, durante o mesmo ano. Isso não diz respeito aos Campeonato Mundiais, os Master Mundiais e aos Campeonatos Continentais. (
the World Championships, the World Masters and the Continental Championships).
A escala de pontos distribuídos nos eventos do circuito mundial foi modificada (ver anexo) para marcar uma diferença clara entre os eventos.

Taxas delegação participante
Países organizadores não devem solicitar multas para países que não podem fazer transferências bancárias, mas pode pagar em dinheiro dinheiro na chegada. ( Por outro lado, eles devem informar com antecedência o país organizador e especificar o número de participantes antes do prazo. (Paises por.ex. como Cuba não fazem parte do comércio internacional e suas transações financeiras são feitas através de outros paises que participam das regras do comércio internacional e não tem embargos - observação do tradutor)

Por quê?
Para não penalizar os países que não têm instalações de transferência bancária.

Sistema de Competição da FIJ padronizado
Quartas de Final / últimos 8 / repescagem para todos os eventos da FIJ (incluindo Master, GS e GP)

Por quê?
Todos os eventos da FIJ irá adotar o sistema de repescagem das quartas-de-final. Como conseqüência, três vencedores de sua última luta vai estar presente no pódio (em vez de uma, no sistema de mata-mata. Somente o 'perdedor' será o medalhista de prata). Ele também irá aumentar o interesse para os blocos finais das competições, cujos resultados terão mais valor. Finalmente, ele dará uma segunda chance para os perdedores da quartas de final, enquanto a mantém um sistema compacto de competição.


As Regras de Arbitragem Explicado
Propostas 2013 - 2016

Árbitro e os juízes
Somente um árbitro na área e um árbitro em uma mesa de verificação de vídeo com rádio comunicação assistido por um membro da comissão árbitro ou outro árbitro julgarão as lutas. Um sistema de rotação será implementado para os árbitros. O Júri da FIJ irá interferir somente quando considerar que isso é necessário.

Por quê?
Para a pergunta: Haverá apenas um árbitro para julgar a luta? A resposta é claramente não. Haverá sempre três pessoas. a distribuição dos papéis mudará. Em vez de ter três árbitros na área, haverá um árbitro na área e um árbitro sentado à mesa com o vídeo. Ele será assistido por um membro da comissão de arbitragem ou um outro árbitro, cuja experiência no uso do vídeo é reconhecido. Portanto, sempre haverá três pessoas para julgar uma luta. O júri da FIJ irá intervir apenas em situações excepcionais. O único objetivo desta abordagem é garantir que o lutador que realmente ganhou a luta, sairá da área como o vencedor. Para este propósito, um claro e direto procedimento de arbitragem na área, com um árbitro único, assistido por um outro árbitro e um membro da comissão de arbitragem, devem tornar as coisas mais fluidas. A rotação será organizada entre os árbitros para manter a equidade entre os combatentes e para garantir uma ótima recuperação dos árbitros. Os árbitros estarão diretamente envolvidos na assistência de vídeo.


 
Avaliação técnica 

-IPPON: dar mais valor «de levar em conta apenas as técnicas com impacto real no chão na parte de trás».

 
Por quê? 

Por definição, um ippon claro é um movimento executado com controle, velocidade e força, na parte de trás. Um retorno a esta definição será observado, a fim de dar um valor real para o objetivo de qualquer atleta: marcar ippon. Judô é um esporte de espetáculo, desde que o objetivo esteja claramente definido.
Queda
na posição da ponte 

Todas as situações de queda na posição da ponte será considerado Ippon.

Por quê? 

Considerado como uma técnica perigosa evitando de ser jogado, fazendo todas as tentativas de não tocar o solo (o UKE - aquele que é arremessado) usando a posição de ponte será considerado ippon para TORI (aquele que executou a técnica de lançamento).
 
Penalidades 

Durante a luta, haverá três Shidos, e o quarto Hansoku-make (três advertências e, em seguida, desqualificação). Shidos não dão pontos para o outro lutador, apenas pontos técnicos pode dar pontos no placar.No final da luta, se pontuação é igual, aquele com menos Shido será vitorioso.Se a luta continua a pontuação de ouro - Golden-score (devido a um empate), o primeiro a receber um Shido perde, ou o primeiro que fizer uma técnica de pontuação irá ganhar.

 
Por quê? 

A fim de evitar que um número crescente de atletas tentem ganhar com penalidades em vez de tentar ganhar com uma pontuação, e, a fim de restaurar o equilíbrio em favor das pontuações obtidas por meio de técnicas de judô, a filosofia de penalidades muda completamente. Penalidades ainda existem e depois de quatro delas, o atleta é desclassificado, como tem sido o caso até agora. No entanto, não há mais paralelo entre os resultados (yuko, waza-ari) e penalidades. A vantagem é dada ao lutador que ataca e marca. Mas se nada for marcado (nenhuma vantagem técnica), ganha o competidor com o mínimo de penalidades. Mais uma vez, isto dá a vantagem para o competidor que tenta mais executar técnicas e que está praticando o mínimo de anti-judô.
Penalizade com Shido
-Quebrar a pegada com as 2 mãos.
-Pegada cruzada deve ser seguida por um ataque imediato. Mesma regra para a pegada na faixa e a pegada em um dos lados.
Os árbitros devem punir rigorosamente os competidores que não se envolvem em uma pegada-Kumikata rápida ou que não permite ser agarrado pelo adversário.
-Abraçar o adversário para uma projeção. (Abraço de urso).
 
Por quê?
Fazer a pegada (Kumikata) é parte de uma luta de judô. Buscando o melhor Kumikata para executar técnicas bonitas é lógico e necessário. Mas, evitar que o oponente faça a pegada, se não houver nenhum ataque imediato, não é construtivo. Recentemente, verificou-se que o processo de bloqueio do adversário tornou-se predominante em muitas lutas, levando a longos combates tediosos. Assim, as decisões foram tomadas para corrigir este objetivo. O objetivo não é impedir o trabalho de Kumikata, mas torná-lo ativo e construtivo.
 

Penalidade com Hansoku-make:
Todos os ataques ou  bloqueios com uma ou duas mãos, ou com um ou dois braços abaixo da faixa em Tachi-waza.
 
Por quê?
O objetivo do judô, como já foi apontado é simples: marcar ippon. Para isso, existem muitas possibilidades, o que torna o judô um esporte  espetacular, mas ainda assim uma atividade técnica. Uma maior clareza é necessário para o tornar mais compreensível para o próprio judoca, para torná-lo mais fácil de avaliar, mas também fazê-lo mais acessível ao público. As pegadas de pernas diretas foram banidas das competições de judô nos últimos anos. Os efeitos são evidentes: algumas técnicas desapareceram em benefício do reaparecimento de movimentos espectaculares que não pôde ser executada devido à posição dos combatentes. A exceção feita para agarrar perna direta, no caso de pegada cruzada fez a arbitragem ainda, por vezes complicada, apesar da intervenção do vídeo. Como tal, qualquer ataque de bloquear abaixo da cintura, durante o trabalho de pé, vai agora ser sancionado como Hansoku-make, sem exceção.


Osaekomi, Kansetsu-waza e Shime-waza 
- Vai continuar também fora da área de combate, desde que o Osaekomi começou dentro.
- Pontuação de Osaekomi 10 segundos para Yuko, 15 segundos para Waza-ari, e 20 segundos para Ippon. 
O Kansetsu-waza e Shime-waza iniciados dentro da área de combate e reconhecido como sendo eficaz para o adversário pode ser mantido mesmo se os competidores estão fora da área de combate.

 
Por quê? 

A falta de consistência foi observada devido ao fato de que uma ação, de trabalho em pé, poderia começar dentro da área de combate e no final fora (dando uma pontuação), mas não era válido para o trabalho de chão. A partir do Grand Slam de Paris em diante, uma imobilização, que começa no interior, pode ser concluído fora da área de luta. A única possibilidade de impedir a imobilização será conseguir sair dela. sair para fora da área de combate não é mais suficiente. É o mesmo para chaves de braço e estrangulamento. Enquanto eles estão claramente engajados dentro da área de luta (braço estendido, chave de braço encaixada ou estrangulamento encaixado), a conclusão pode ser realizado fora. Se o braço não esta esticado ou se não houver aceleração, o combate vai parar e começar de novo a partir da posição de pé. 
O tempo de inatividade é reduzido para fazer o combate mais dinâmico. Na verdade, é os primeiros 10 segundos de imobilização, que são os mais importantes. Na maioria dos casos, depois de 10 ou 15 segundos, há poucas possibilidades de fuga e abandono ocorrem frequentemente.
 
O cumprimento-saudação

Ao entrar na área de tatame, os lutadores devem caminhar até a entrada da área de combate, ao mesmo tempo e cumprimentar-se (saudar) mutuamente dentro da área de combate. Os competidores não devem apertar as mãos antes do início da competição.

 
Por quê? 

Judô é um esporte cujos valores são mundialmente conhecidos e reconhecidos. No judô, há uma 'cerimônia', que é aceita por todos e que é parte do DNA do nosso esporte. Deve ser respeitada. É o símbolo do nosso código moral e adverte contra qualquer desvio. Que os combatentes serão convidados a realmente respeitar o procedimento de cumprimento-saudação como foi definida desde a invenção do judô. No início do ataque, não será permitida a utilização de outros sinais além do cumprimento-saudação (curvar o tronco). No final da luta, após a saudação, os combatentes estão autorizados a apertar as mãos e felicitar-se com respeito.
 
Duração de Combates

- Não há limite de tempo para Golden Score (Hantei esta cancelado).

 
Por quê? 

Recentemente, todos concordaram que muitas lutas terminaram em Golden Score com uma decisão por bandeira pelos árbitros. Com a luta para um fim comum (para a decisão do árbitro), alguns lutadores deixavam que a decisão fosse feita pelas bandeiras e não por eles mesmos , enquanto o objetivo do judô é e continuará a ser  marcar ippon, ou pelo menos para marcar uma vantagem. Para evitar isto, foi removida a decisão por bandeiras (Hantei). A pontuação de ouro (Golden-score) agora será "aberto" até que um dos competidores consiga alguma vantagem e pontue ou seja penalizado, a decisão será feita somente sobre os méritos técnicos do judoca.

Arquivos anexos:
V ENG IJF - Events Overview 2013-2016
(pdf)
V ENG WRL 2013
(pdf)
FR-nouvelles-regles-expliquees
(pdf)
        
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.